Categoria: Arquitetura

Parabéns, Antoni Gaudi!

Muitos fãs de arquitetura comemoram hoje o 160º aniversário do nascimento do catalão Antoni Gaudi, um dos maiores arquitetos da história. Nascido em Reus, Catalunha, na Espanha, em 25 de junho de 1852, Gaudi foi batizado como Antoni Plàcid Gaudí y Cornet, e apesar de ter vindo de uma família pobre, sempre se interessou por arquitetura, tanto que nunca chegou a se casar, dedicando-se totalmente a profissão.

A maior parte de seus projetos foram executados em Barcelona e arredores, marcando profundamente a paisagem urbana da cidade com seu estilo único. Até hoje, seus palácios e templos se destacam de todo o resto, graças a complexidade de suas formas. Continuar lendo “Parabéns, Antoni Gaudi!”

Anúncios

5 prédios construídos por amor

Quando a gente ama alguém, é capaz de fazer tudo por ela. Por isso, no Valentine’s Day, o Apartament Therapy postou 5 grandes construções erguidas como prova de amor. Confira:

Taj Mahal

Cartão postal da Índia, foi construído sob a ordem do imperador Shah Jahan, em memória de sua esposa favorita Aryumand Banu Began. Com cersos do Alcorão, pedras preciosas e muito ouro, é considerado a maior prova de amor do mundo. É considerado Patrimônio da Humanidade e uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo Moderno. Continuar lendo “5 prédios construídos por amor”

O pavilhão brasileiro na Expo Xangai 2010

Projetado pelo escritório brasileiro Fernando Brandão, o pavilhão do Brasil na Expo Xangai 2010 chama atenção. Lembrando mais um ninho de pássaro, toda a sua estrutura externa é feita com madeira não-utilizada, pintada de verde e apoiada em uma estrutura metálica.

O Brasil colocado no topo, em amarelo para contrastar com o verde e lembrar sem sombra de dúvida de que país é aquele pavilhão, ganhou parênteses invertidos, para representar os braços abertos do país, que recebe pessoas de todas as culturas, segundo o arquiteto.

No interior, pode-se conferir toda a cultura do nosso humilde país, como um restaurante de comida típica e várias telas mostrando a cultura tupiniquim . O piso, aliás,  possui textura dos nossos produtos agrícolas (sim, não se esqueça que somos a fazenda do mundo)  e faz até menção ao Calçadão de Ipanema (qual a graça de lembrar do Brasil, e não se lembrar das nossas musas cariocas ?). [via ArchDaily]